Quais são as informações que devem ser enviadas para o laboratório durante o planejamento cirúrgico-protético? Quais são as vantagens do fluxo digital na confecção de guias cirúrgicos?

Em reabilitação oral sobre implantes, é de extrema importância a execução de um planejamento reverso, no qual o diagnóstico e o planejamento protético guiam o planejamento cirúrgico.

Deve ser entregue ao laboratório o maior número de informações, da mesma forma que no formato analógico

No fluxo digital de trabalho, o primeiro passo é a obtenção de um protocolo completo de fotografia odontológica. Em seguida, para o planejamento cirúrgico, especificamente, é fundamental a obtenção das imagens tomográficas e um primeiro escaneamento intraoral para confecção de modelo digitais iniciais do paciente.

A partir daí é possível se estabelecer um diagnóstico e planejamento virtual para o posicionamento tridimensional (3D) dos implantes e desenho e impressão do guia cirúrgico através do software de desenho e impressora 3D, facilitando a comunicação com o laboratório, e consequentemente, agilizando o processo de envio de informações, reduzindo custo de transporte, conforme discutido no capítulo.

Fluxo Digital na Implantodontia
Marcos Celestrino

Marcos Celestrino

Cirurgião-Dentista
Especialista em Prótese Dentária
Responsável Técnico do Laboratório Aliança de Prótese Odontológica Ltda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *